Arquivos do Mês: janeiro 2014

Como diminuir a lista de convidados?

Uma cerimônia mais reservada

Casamentos podem oferecer aos noivos um gasto generoso, muitas vezes ultrapassando a cota da quantidade que pretendiam gastar no cálculo inicial. Nesse caso, é preciso pensar em algo que possa diminuir esse orçamento, tornando a cerimônia mais acessível e deixando os responsáveis pelo pagamento com um bom alívio no bolso.

Muitas vezes, os noivos também são mais reservados e preferem uma cerimônia mais íntima e sem tantos convidados. Porém, não conseguem diminuir a lista das pessoas, pois sempre pensam em alguém novo que precisa ser convidados.

Para esses dois casos, assim como para muitos outros, esse artigo pode ser a solução necessária. Procuramos dar dicas, utilizando alguns passos, para diminuir a lista dos convidados de um casamento.

Resumindo a lista: passos essenciaislista

Convide apenas as pessoas realmente importantes: É muito improvável que as pessoas que não fazem parte da vida dos noivos fiquem tristes por não terem sido convidadas. Na hora de diminuir a lista, um dos passos mais importantes é aprender a selecionar apenas quem realmente tem um significado maior na vida dos noivos.

Essa situação pode ser exemplificada com diversos outros passos. Por exemplo, não é necessário que o noivo ou a noiva convide todos aqueles colegas de trabalho, incluindo os que apenas trocam uma palavra ou outra de vez em quando.

Os amigos de infância também entram nessa lista. Se o amigo ainda estiver presente na vida dos dois, com certeza precisa ser convidado, pois representa uma amizade que resistiu durante muito tempo. Caso contrário, qual o motivo para convidar alguém que os noivos não mantêm mais contato?

Amigos dos pais ou dos irmãos ainda são frequentes convidados em casamentos. Vale lembrar que o casamento é dos noivos, não dos familiares. Pessoas que fazem isso acabam lotando o casamento de pessoas que, muitas vezes, não têm relações com os próprios noivos.

Deixe um comentário
Compartilhe:
Categorias: Dicas, Dicas de Casamento Tags:

Quando começar a fechar orçamentos e contratar fornecedores?

Organização: peça chave do casamento

Casamento representa diversão, festa, comemoração e alegria. Porém, não é possível conseguir nenhuma dessas coisas com conforto se não houver organização. Sem ela, todos os itens anteriores serão marcados por certa insegurança. É aquela velha história de: o que é feito em cima da hora não é bem feito.

Visando essa questão, percebemos que muitas pessoas ainda têm dificuldade para saber quando começar a realizar as várias etapas do casamento. Uma delas, que visa a organização e a garantia do evento, é o orçamento. Através dos orçamentos e da contratação de fornecedores é possível tomar conhecimento dos valores, do dinheiro que será gasto e começar a dar vida ao que está só na mente.

Orçamento e fornecedores: quando ir atrás?

fornecedores

Nesse quesito não existem muitas divagações. A resposta correta para essa pergunta seria: o quanto antes. Se você é do tipo que já tem planos pré-agendados, como os profissionais que quer contratar e o local onde quer realizar a cerimônia, já está meio caminho a frente. Porém, vale lembrar que toda a antecedência é pouca.

Contrate os músicos e fotógrafos assim que suas agendas abrirem. Sendo assim, além de tirar um grande peso das costas, é possível pagar as despesas em diversas parcelas suaves, sem fazer o bolso pesar. O mesmo segue em relação ao local e às outras etapas.

Quanto aos fornecedores, o ideal é falar com vários, procurando sempre os melhores orçamentos e as melhores condições de pagamento, acompanhados dos melhores descontos. Nesse quesito, é importante saber negociar (o que acaba sendo uma coisa que os noivos aprendem depois de fechar os orçamentos do evento).

Falando em números, recomendamos um ano de antecedência para que tudo isso seja feito sem pressa e, de preferência, bem feito.

Deixe um comentário
Compartilhe:
Categorias: Dicas, Dicas de Casamento Tags: , ,

Vestidos no exterior: por quê não?

Não é de hoje a fama de que os impostos brasileiros são altamente caros e abusivos, assim como o restante dos preços que o brasileiro paga por roupas, tecnologia e outras coisas. Isso é refletido também no casamento, onde as noivas muitas vezes pagam caríssimo nos vestidos de noiva.

Levando isso em consideração, muitas pessoas optam por realizar essas compras em lojas do exterior, onde é possível encontrar maior variedade e preços muito mais em conta.

Porém, quando os números se encontram a coisa complica. Muitas pessoas não sabem como adequar as medidas estrangeiras às suas necessidades de consumidor brasileiro. É isso que vamos resolver nesse artigo.

vestidos

Sem dificuldades com as medidas

Medidas e tamanhos de roupas não são um bicho de sete cabeças, como muita gente pensa. Ao comprar uma roupa no exterior, basta conhecer o seu número e adaptá-lo para a unidade de medida local.

A seguir, um pequeno esquema para ajudar nessa questão, onde são mostradas, respectivamente, as medidas de vestidos no Brasil, na Europa e nos Estados Unidos.

Brasil – 36, Europa – 36, Estados Unidos – 2

Brasil – 38, Europa – 38, Estados Unidos – 4

Brasil – 40, Europa – 40, Estados Unidos – 6

Brasil – 42, Europa – 43, Estados Unidos – 8

Brasil – 44, Europa – 44, Estados Unidos – 10

Brasil – 46, Europa – 46, Estados Unidos – 12

Brasil – 48, Europa – 48, Estados Unidos – 14

Brasil – 50, Europa – 50, Estados Unidos – 16

Essa pequena tabela é bastante útil para as noivas que não estão em uma viagem internacional e precisam acabar comprando o vestido em uma loja virtual, através da internet.

Depois de conhecer e entender as medidas, basta que a noiva acesse um site de confiança, escolher o modelo que mais se adequar e aproveitar seu novo vestido de casamento.

Deixe um comentário
Compartilhe:
Categorias: Dicas, Dicas de Casamento Tags: ,
Página 1 de 212

© 2012 Todos os direitos reservados a Vox Ambientações.

Guad Comunicação Interativa Like Marketing Digital